SUPER INTELIGÊNCIA UM AVISO EM FORMA DECOMÉDIA

No auditório do Centro Cultural de Arronches, foi exibido ontem à noite o filme Super Inteligência. Na realidade trata-se de uma comédia super inteligente, que nos faz para além de sorrir que tantos necessitamos nestes tempos conturbados, de ao mesmo tempo meditar.


Mesmo com as novas tecnologias que avançam vertiginosamente, a memória artificial é uma realidade. No argumento essa figura omnipresente da super inteligência que tudo podia, necessitou no entanto de um humano para tirar conclusões, sobre as quais a sua memória não conseguia chegar. Conclusões que, ao fim e ao cabo, passavam por aquilo que de alguma forma a todos nos atormenta se tivermos em conta os graves problemas com que a humanidade se debate. A conclusão a que a super inteligência tinha que chegar, era se acabava ou não, com o planeta terra. Muito embora na ficção se reunissem as boas vontades de todos as potências para travar essa SI, foi o amor e a forma desprendida de todas as preocupações e bens materiais que venceu.

Ficou para reflectir como o Homem é o principal predador do seu próprio planeta. Não tenhamos receio das tecnologias sejam elas quais forem, se colocadas para resolver os problemas da humanidade mas, será o próprio ser humano que terá que ser o maior defensor do planeta Terra… mesmo antes da conquista e exploração de outros planetas do sistema solar.