REVISITAR A BARRAGEM DO ABRILONGO (Vídeo)

Esta pandemia que nos afecta a mobilidade em todos os seus aspectos e que nos começa a afectar a saúde mental, é necessário arranjar pretextos (válidos) para arejar a mente.


Tinha que fazer umas fotos nas Hortas de Baixo e não resisti à tentação de ir revisitar a Barragem do Abrilongo.

Não foi só o revisitar aquele mar de água que nos enche a alma de, num futuro próximo, todos possamos desfrutar destes pequenos/grandes locais.

A estrada que não há muito tempo sofreu uma intervenção no asfalto, já acusa o efeito do inverno e do tráfego dos camiões que saem e entram na exploração de suinicultura ali existente.

Pelo caminho os caprichos da natureza no renovar da vida. A água ainda corre nos riachos, o verde é predominante, as flores rebentam olhando este sol de tarde de inverno. Já não há pastores nem vaqueiros, foram substituídos pelas cercas, às quais os animais curiosos olham para uma viatura que perturba o seu sossego.