Reunião da Câmara Municipal de Arronches


Pela primeira vez o número de candidatos é superior às Bolsas de Estudo. Município quer esclarecimentos sobre a unidade industrial de Monforte de processamento de bagaço de azeitona, cuja poluição afecta o concelho de Arronches.


Depois da aprovação da acta da reunião anterior e do valor do balancete (9.091.999,77€), como é habitual nestas reuniões de câmara em que na ordem de trabalhos há uma hasta pública, esta com o consentimento de todos os vereadores, passa a ter lugar logo no início e não na rubrica ‘Outros Assuntos e Deliberações’.


Dos três lotes foi adquirido um, por um jovem casal pelo valor de 18,00€ /m2.

A reunião voltou à ordem normal dos trabalhos sendo apreciado o expediente do qual constava por parte da Secretaria de Estado da Acção Social no âmbito da transferência de competências para os municípios, o envio de dados, sobre os quais Fermelinda Carvalho, Presidente da Câmara considerou que “o processo não é claro para que possamos avaliar o mesmo” e o vereador Carlos Rodrigues (PS) afirmou que “deixa o Estado de pagar, para pagar o Município”.


(Ler mais na edição em papel de Abril do Notícias de Arronches-Fotos D.R.)