Região - Grupo de teatro jovem “Trevo Violeta Escuro” no Teatro Nacional D. Maria II

O grupo de Trevo Violeta Escuro de Portalegre foi seleccionado para participar no Festival Panos e sobe ao palco da Sala Garrett, no Teatro Nacional D. Maria II, dia 13 de Maio, pelas 21h30, com a peça Rio Sombrio de Joanna Murray-Smith, com tradução de Joana Frazão.


Integrado CAEPLab Teatro III, o grupo Trevo Violeta Escuro tem vindo a receber ateliers de formação na área artística/teatro, por Fátima Reis desde a sua fundação e impressionou positivamente o júri pela interpretação, cenografia, dramaturgia e encenação da prestação demonstradas no ensaio aberto ocorrido no dia 12 de Abril, no Centro das Artes do Espectáculo.

Este nosso atelier juvenil será um dos seis grupos seleccionados entre cerca de 50 para se apresentar em Lisboa, neste fim-de-semana em que o Teatro Nacional D. Maria II terá como protagonistas o teatro juvenil e escolar. Adicionalmente foi um dos dez grupos convidados, em mais de uma centena, para partilhar esta experiência, dar a conhecer o seu percurso e o impacto socioeducativo e cultural do trabalho desenvolvido numa conversa com a organização do Festival, no dia 14 de Maio.

O projecto PANOS, iniciado em 2005, encomenda todos os anos peças originais a escritoras/es de renome, para serem representadas por jovens com idades compreendidas entre os 12 e os 19 anos. A edição de 2022, coordenada por Sandro William Junqueira, permitiu o cruzamento do teatro escolar e juvenil com as novas dramaturgias, com textos originais de Afonso Cruz (As cigarras Septendecim e Tredecim), Joanna Murray-Smith (Rio Sombrio) e Keli Freitas (Fábrica de matar baleia).


(Fonte CMPortalegre-Imagem Facebook)