PORTUGAL O PRIMEIRO PAÍS NO MUNDO COM 85% DE VACINADOS

Somos um país pequeno mas ‘grande’ quando nos propomos a atingir objectivos. A história está repleta de factos que assim o provam.


No meio de tanta trabalhada a que assistimos no início desta pandemia, com a negação de factos hoje comprovados como de grande protecção (máscara) contra o vírus do Sars-cov2-Covid-19, o SNS a rebentar pelas costuras no inverno passado, por fim veio um militar para colocar organização (task force) no meio de tanta confusão.

Foram programados todos os objectivos, controladas as doses de vacinas (deu para enviar para outros países carenciados), pelo meio insultos dos negacionistas a Gouveia e Melo.

Finalmente, proclama-se desde o alto da DGS, com a sua Directora-geral Graça Freitas, que “atingimos a meta de ter 85% da população com a vacinação completa”. Esta mesma Directora-geral que tantas vezes tardou em tomar decisões, só ultrapassadas com a criação da Task Force, e a sua capacidade de fazer ver aos portugueses que esse era o caminho.

Está ganha uma batalha mas, não está ganha a ‘guerra’. Vem aí a terceira dose porque era inevitável, não só pelo tempo de protecção da vacina, como dos interesses farmacêuticos. Não nos podemos esquecer dos países em África ou América do Sul que estão com percentagens baixíssimas de inoculações nestas populações.

Vem aí o Inverno e o uso da máscara a exemplo do que aconteceu no ano passado, ela pode ser um instrumento valioso para nos protegermos da gripe sazonal, em especial os mais idosos.


(Texto - Fernando N. Marques|Foto-D.R.)