Portagens sobem mais de 10% em 2023?

É completamente incomportável para estas empresas



O jornal ECO revela que as subidas na cobrança das portagens em auto-estradas de concessão da Brisa estão de, "de acordo com o estipulado no contrato de concessão com o Estado, o preço das portagens para o próximo ano é calculado em função da inflação registada em Outubro deste ano (retirando o efeito da habitação) ".

Em declarações à SIC Notícias, André Matias de Almeida, da Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), referiu que "Este aumento é superior à soma do que ocorreu nos últimos cinco anos e, portanto, é completamente incomportável para estas empresas e só pode redundar numa coisa que é o aumento, novamente, do custo das mercadorias e, obviamente, o aumento do custo do transporte".

Segundo o site NaM que contactou fonte do Ministério das Infra-estruturas “As concessionárias de auto-estradas tinham até terça-feira para comunicar ao Governo as suas propostas de preços para 2023, tendo depois o Estado 30 dias para se pronunciar”.

Assim sendo, aí vem mais uma 'prenda' para o próximo Natal, a juntar ao aumento dos preços alimentares que nesta época com, ou sem inflação, sempre disparam.


(Foto - D.R. )