PERIODO DE CARNAVAL COM DESOBEDIÊNCIAS QUE LEVARAM A DETENÇÕES

Não era de esperar que em pleno estado de emergência, e com os apelos feitos, a que as pessoas ficassem em casa, e as manifestações carnavalescas fossem feitas através da internet, mesmo assim houvesse infractores.


Em comunicado da PSP foram feitas 23 detenções por desobediência ao confinamento e 2140 autos de contra-ordenação foram levantados aos infractores.

Destas infracções estavam a não utilização de máscaras, consumo de bebidas alcoólicas na via pública, e estabelecimentos comerciais a funcionarem sem cumprir com as regras o que levou ao encerramento de 17 deles. Contudo não se registaram festas ilegais ou violações das regras em número preocupante, porque os portugueses mantiveram-se em casa, apenas fazendo o passeio higiénico permitido pelo estado de emergência.