top of page

O tempo deu uma trégua

É usual dizer-se que depois da tempestade vem a bonança. No entanto estamos em pleno Inverno depois de um fim de Outono atípico, com muito vento e fortes chuvadas que todos os arronchenses de forma mais ou menos preocupante vivemos, mas hoje, rompeu o sol...


Ainda temos bem presente a força das águas que aumentaram os caudais da ribeira e do rio. Se para uns há essa imagem o tempo irá desvanecendo, não é menos certo que, infelizmente, para outros vai levar mais tempo pelos prejuízos materiais de vária ordem que sofreram.

Segundo o IPMA, está previsto para a nossa região pelo menos até à próxima 4ª-feira, que o sol vai espreitar e aquecer os corpos que até aqui têm sido aquecidos pelas roupas mais apropriadas e as noites pelo calor das lareiras e outros meios de aquecimento em muitos lares.

Hoje saí de casa e ali mesmo em frente, olhando para as águas da ribeira, agora a correrem mais mansas mas barrentas, seguem o seu curso rumo à barragem que nos vai garantir esse bem precioso que é a água quando chegar o Verão. Mas a finalidade não foi só essa. Saí porque é essencial para o ser humano a vitamina D que o sol nos confere para uma maior imunidade.

Enquanto recebia essa ‘bênção’ deste sol de Inverno, pela rua iam passando pessoas dando o seu passeio e aproveitando para colocar a conversa em dia. Os tempos que vamos atravessar vão ser de maior remetimento ao recato e conforto do lar. As saídas só para adquirir os bens essências como a comida e para outros infelizmente a ida à farmácia, para aliviar as mazelas, que este sol de hoje ajudou mas não será o suficiente. Bem dito sol que hoje nos aqueceu a alma!


(Fernando N. Marques|Foto-Arquivo)

bottom of page