O AR TEM OUTRA COR


Pelo menos até amanhã, Portugal continental está sob um manto de poeiras vindas do norte de África, que deixam o céu como que pintado de amarelo. Com algumas pingas de chuva à mistura, o aspecto em especial das viaturas é de autêntico ‘desespero’ para os proprietários que teimam em lavar os seus carros, sem ter em conta a seca severa que atravessamos, conforme hoje observámos.

O conselho, que é como as aspirinas, vale o que vale. Então lá vai: Espere que chova pois conforme a poeira lhe ‘pintou’ o automóvel, a chuva quando cair, vai encarregar-se de o lavar.

A preocupação principal é proteger-se desta poeira, em especial os asmáticos, doentes crónicos, idosos e crianças… e esperar que a poeira não que assente, mas que se vá embora.


(Foto- Da minha janela)