NO REGRESSO DO TOUREIO A PÉ…REINOU A CONFUSÃO

A Arronches regressava o toureio a pé e gerou expectativa, pois há muito que tal não acontecia. Louva-se a ideia mas descorou-se muita coisa.


Em noite de Agosto, no céu brilhava a lua redonda, como redonda a arena onde tudo se passou. A praça de Arronches, bonita e bem cuidada, não tem condições para se lidarem 8 touros. Os curros não o comportam, e o espectáculo foi degradante, desde as dificuldades com as portas, ao camião com os touros a serem soltos no pátio de quadrilhas.

Há última da hora os touros de Júlio Justino (ex- Rodolfo Proença) a serem substituídos por quatro touros de Paulino da Cunha e Silva, pobres de apresentação, mansos encastados, melhor o primeiro. Não se sabe qual o critério para o representante da ganadaria ser chamado à arena. Um touro bravo, não foi aquilo que vimos…vídeo aqui


(Ler mais na edição em papel de Agosto)