Município de Arronches vai integrar o programa ‘CONNECTING DOTS’ ATRAVÉS DE CANDIDATURA

O Vice-presidente da Câmara Municipal de Arronches, João Crespo, apresentou na reunião de 26 de Outubro uma proposta que foi aprovada por unanimidade, referente ao programa ‘Connecting Dots’.


Esta proposta vem no sentido dos Municípios que integram o Parque Natural da Serra de São Mamede ser dinamizado com iniciativas culturais no âmbito da mobilidade artística e de desenvolvimentos públicos.

Este projecto integra também a Noruega, um país com vasta experiência nestas áreas. Cabe a cada Município participar com uma verba para dois anos no valor de 17.542,50€. Depois de aprovada a candidatura, o programa terá início em Outubro de 2021.

Pela primeira vez o Município de Arronches que têm uma divida zero, apresentou uma disponibilidade de tesouraria que ultrapassou os nove milhões de euros.

Aprovada a acta da reunião anterior, o expediente incidiu essencialmente sobre os apoios aos participantes do concelho nas várias categorias da 'Baja 500 Portalegre' e que oscilaram entre os 150,00€ e os 500,00€ conforme a sua especificidade.

Também como habitualmente o Hospital Dr., José Maria Grande, de Portalegre solicitou um apoio (que lhe foi concedido) e que diz respeito às acções de solidariedade que realiza junto dos seus doentes.

A Santa Casa da Misericórdia de Arronches solicitou o pagamento da comparticipação municipal relativa aos autos de medição da empreitada de ampliação do seu Lar de Idosos, mediante toda a documentação que disponibilizou. Essa comparticipação 10% do total da obra, mediante estes autos foi no valor de 11.171,30€.

Através de carta o Município ficou a saber que as Águas de Vale do Tejo, S.A, vão aumentar (valor da inflação) cerca de 0,33% o valor das tarifas em 2021 para o abastecimento de água em alta e de saneamento de águas residuais.

No que concerne à concessão do Cartão do Idoso, foram concedidos mais seis.

Em altura de pandemia, sendo que o concelho de Arronches foi muito 'poupado' a Presidente Fermelinda Carvalho afirmou que “temos que estar preparados para que nesta vaga surjam mais casos. À data temos dois casos na Freguesia de Assunção e um na Freguesia dos Mosteiros” acrescentando que "há uma falta de informação atempada por parte do Delegado de Saúde para com o Município, o que por vezes pode atrasar a informação, mas tudo depende de nós, do nosso comportamento perante esta pandemia. O Município continua através das suas fontes de informação a aconselhar o uso de máscara, distanciamento social e a etiqueta respiratória”, concluiu.