MONFORTE - MUNICÍPIO CONTRATA TRABALHADORESEM REGIME DE EMPREGO APOIADO


No passado dia 30 de Junho, no auditório do CEFUS (Centro de Educação, Formação e Universidade Sénior), em Monforte, foram assinados cinco Contratos Individuais de Trabalho em Regime de Emprego Apoiado em Mercado Aberto celebrados entre a Câmara Municipal de Monforte, na qualidade de entidade promotora, e cinco trabalhadores que já se encontravam a exercer funções nessa autarquia ao abrigo de Contratos Emprego-Inserção (CEI).

Estiveram presentes na cerimónia, para além do Presidente, Gonçalo Lagem, e dos referidos funcionários, a Diretora-Adjunta e a Técnica do Centro de Emprego de Elvas, Madalena Dias e Fátima Neves, respectivamente, o Vice-Presidente e Vereadores do Município, Fernando Saião, Mariana Mota e Emídio Mata, representantes de vários organismos agentes económicos locais e promotores de emprego, funcionários afectos ao Serviço Municipal de Recursos Humanos da autarquia e familiares e amigos dos contratados.


Na sua intervenção, durante a qual não conseguiu conter a emoção, Gonçalo Lagem destacou a forma decisiva como estes contratos irão mudar a vida desses cinco trabalhadores, proporcionando-lhes, finalmente, uma actividade profissional mais estável e o desenvolvimento de competências pessoais, sociais e profissionais necessárias à sua integração em regime normal de trabalho.

O edil monfortense afirmou que “estes cinco trabalhadores são pessoas, munícipes monfortenses, que conhecemos bem pois já trabalham connosco há vários anos. Devido às condições individuais de cada um e porque conhecemos bem as suas potencialidades e necessidades, estes cinco munícipes e respectivas famílias têm merecido a nossa especial atenção. Uma atenção que não só resultou nesta resposta profissional que agora lhes estamos a prestar mas também relativamente a outras formas de colaboração. Uma atenção que dedicamos do mesmo modo a outras pessoas que, infelizmente, também estão a precisar.

Quando tanto se tem apregoado medidas criadas para fomentar a integração social e profissional destes cidadãos, tão válidos no exercício de determinadas funções, de acordo com a graduação da sua capacidade, quanto outros com capacidade normal, hoje sinto-me um autarca feliz… surpreendentemente feliz! Hoje, demos um passo enorme e, por isso, quero que o Município de Monforte seja um exemplo não só para outras autarquias mas para todos os restantes empregadores de direito público e privado que continuam a criar algumas resistências ao recurso”.

Madalena Dias e Fátima Neves realçaram o interesse como o Município se dedicou, com grande mérito, para encontrar um projecto de vida mais estável a estes cinco desempregados.


(Fonte fotos - CMMonforte)