GOVERNO PONDERA TRAVAR DESCONFINAMENTO EM TODO O PAÍS

O plano de desconfinamento está em marcha, mas pode ter de travar a fundo e não avançar em nenhuma região do país para a nova fase, agendada inicialmente para 28 de Junho. Além disso, há concelhos que podem mesmo ter de recuar e voltar a restrições anteriores, afirmar o MultiNews.


Segundo este órgão de comunicação “se todas as regiões travarem no plano, mantêm-se as medidas actualmente em vigor, adiando-se mais uma vez o alívio que era esperado para a próxima segunda-feira e que implicava retirar as restrições à lotação de transportes públicos, poder-se ir a Lojas do Cidadão sem marcação prévia e abrir-se os recintos desportivos com a lotação de 33% em eventos com regras específicas para o exterior dos recintos”, afirma.

A mesma publicação diz que “os Médicos de Saúde Pública defendem que todo o país deve recuar no desconfinamento, para a fase em que está Lisboa.

“Pode levar à necessidade de colocar novas medidas ou até mesmo de parar o plano de desconfinamento, e recuar um passo. Se nós pusermos muitas medidas para Lisboa e Vale do Tejo e nenhumas à volta, os lisboetas vão, como é natural, pegar no seu carro e sair, meter-se no avião e ir para o Algarve ou para as ilhas. Para serem eficazes, as medidas têm que ser a nível nacional”, disse à Rádio Renascença o vice-presidente da Associação de Médicos de Saúde Pública, Gustavo Tato Borges.

A ministra da saúde, Marta Temido, garantiu na terça-feira que “se for necessário recuar, o Governo vai fazê-lo”, apesar de tentar, “por todos os meios evitar” essa situação.


(Fonte Multinews-foto D.R.)