GNR já descontaminou cerca de 900 instalações

A Guarda Nacional Republicana, desde o início da pandemia COVID-19, através de militares do núcleo de matérias perigosas da Unidade de Emergência de Protecção e Socorro (UEPS), já procedeu à descontaminação de mais de 900 instalações em todo o território nacional.


Aproximando-se uma nova fase do plano de desconfinamento, a Guarda continuará a empenhar os cerca de 60 militares da GNR altamente especializados em matérias perigosas e agentes NRBQ (nucleares, radiológicos, biológicos e químicos) quase diariamente para a descontaminação de estabelecimentos hospitalares, IPSS, lares de idosos, creches, centros de dia, e outro tipo de infraestruturas, incluindo-se aqui instalações e viaturas da própria Guarda.

Desde o início do ano de 2021, até ao momento, já foram descontaminadas as seguintes 287 instalações:


Adicionalmente, estes militares têm vindo a efectuar acções de sensibilização a entidades com responsabilidades nas infraestruturas mais afitadas pela pandemia COVID-19, e a promover acções de formação a agentes de protecção civil de vários locais do território nacional.