GNR - 1ª Edição do CEPOL COURSE - Public Order and Crowd Management (com video)

A Guarda Nacional Republicana, através da Escola da Guarda e da Unidade de Intervenção, de 31 de Agosto a 3 de Setembro, organizou a 1.ª edição do CEPOL COURSE 70/2021 Public Order and Crowd Management - Security during Major Events, sob a égide da Agência da União Europeia para a Formação Policial (CEPOL), nas instalações do Quartel de Conde de Lippe, em Lisboa.


A CEPOL é uma agência da União Europeia (UE) que promove a cooperação policial através da formação, visando a formação dos agentes das autoridades com funções policiais, bem como contribuir para dar resposta aos desafios no domínio da segurança a nível europeu e mundial, aproximando as comunidades de forças policiais com vista à partilha de boas práticas, conhecimentos e experiências.

O curso visa melhorar a cooperação entre os Estados-Membros da UE e as suas agências de aplicação da lei, o intercâmbio de informações e o aumento do conhecimento através da partilha de experiência na área da manutenção da ordem e da segurança pública, compartilhando e refletindo sobre a evolução recente das forças de controlo de multidões e tumultos, relativamente às suas características, estrutura, organização, equipamento, doutrina e nível de empenhamento em situações operacionais, em cenários tais como grandes eventos, crime organizado, cooperação transfronteiriça e ataques perpetrados por terroristas solitários, entre outros desafios associados à criminalidade atual.

Visa ainda, contribuir para o aumento das competências dos especialistas em manutenção da ordem pública, aproveitando a experiência nacional e internacional, as lições identificadas e aprendidas, para apoiar um processo de desenvolvimento integrado deste tipo de forças, visando estar, coletivamente, mais bem preparadas para desafios futuros.

Este curso conta com a participação de 25 formandos oriundos de diversos Estados-Membros da UE e de Países-Terceiros, tais como Chipre, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Kosovo, Letônia, Malta, Polônia, República Checa, Roménia, Suécia e Portugal (representado por formandos da GNR, da Polícia de Segurança Pública (PSP) e da Academia Militar).

O curso integrou um exercício conjunto entre a GNR e a PSP, demonstrativo da capacidade nacional para fazer face a cenários de distúrbios civis e alteração da ordem pública.