EcuExtre, Feira do Cavalo e Touro, encerra sua XIII edição

O discurso do matador da Extremadura Jairo Miguel foi o ponto final a uma feira que voltava ao formato habitual depois de vários anos sem poder ser feito.



A Feira do Cavalo e do Touro voltou a ser uma reivindicação para ambos profissionais de ambos os sectores, bem como para o público em geral, graças à maneira de combinar no mesmo evento as figuras do cavalo e do touro.


Organizado pela Junta da Extremadura, o EcuExtre não só oferece uma ampla oferta de lazer, mas também tem um grande carácter comercial. Prova disso, é a missão comercial organizada em conjunto com a Extremadura Avante, que tem como objectivo promover e fortalecer relacionamentos e vendas no sector cavalo da Extremadura com compradores internacionais da França, México, Reino Unido e Alemanha.

Além disso, foi assinado o "Protocolo de Cooperação" entre a A.N.T.Portugal e A.N.T. Espanha para a promoção do sector do Turismo Equestre.


Soma-se a isso uma infinidade de expositores com uma ampla gama de produtos e serviços relacionados aos sectores de cavalos e touros.

Graças à grande variedade de competições e actividades este ano, como eles podem ser o Campeonato Espanhol de Cavalos Morfológico-Funcional, Puro Sangre Lusitano, o X Champion Trophy, o VI Concurso Pura Raza Español ou o CVT Doma Vaquera Cup Contest FHEXT-CTOS, entre outros, a EcuExtre conseguiu abrigar nas suas instalações mais de 350 cavalo

Passaram pela feira matadores como Miguel Ángel Perera, que foi conversando com o jornalista taurino Juan Bazaga, para o deleite de todos admiradores, ou o diestro Jairo Miguel, responsável pelo encerramento da arena de EcuExtre com seu tentadero.

Na nossa praça de touros interior, também foi possível desfrutar de recortadores, como o “Arte y Raza”, do grupo dos forcados amadores do Aposento de Évora, tentaderos e touradas pela Escola de touradas em Badajoz e a Escola Taurina de Vila Franca de Xira.


(Junta da Extremadura|Fotos: David Rebolledo)