Delta Cafés distinguida pela redução de 24% das emissões de CO2

A Delta Cafés foi distinguida com uma estrela no âmbito do projecto Lean & Green da GS1 Portugal, pela redução de 24% nas emissões de CO2, numa entrega de prémios que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.


O projecto Lean & Green da GS1 Portugal é um programa de certificação das iniciativas de auto-regulação que empresas e organizações se propõem adoptar para reduzir as emissões de dióxido de carbono decorrentes da respectiva operação logística, no âmbito da prossecução das metas definidas no Acordo de Paris, reduzindo ao máximo a respectiva pegada carbónica.

Na cerimónia, o Presidente da República referiu que a sustentabilidade e as preocupações climáticas são questões directamente relacionadas com a qualidade de vida, “que ultrapassam gerações e fronteiras, suplantam continentes e que representam um dos grandes desafios do futuro” e que “Portugal esteve sempre na primeira linha na concretização desses objectivos” expostos no Acordo de Paris.

“Estamos comprometidos na contínua aplicação de práticas empresariais ambientalmente sustentáveis, investindo no desenvolvimento de novas tecnologias e trabalhando para reduzir o impacto ambiental das nossas operações através da optimização dos processos fabris. A sustentabilidade está no nosso ADN e trabalhamos continuamente para a conciliação entre o modelo de crescimento económico e o modelo de sustentabilidade de todas as nossas empresas de forma a assegurar o desenvolvimento sustentado do nosso negócio”, refere Rui Miguel Nabeiro, administrador-geral do Grupo Nabeiro-Delta Cafés.

Antes da cerimónia de atribuição da insígnia e das estrelas do programa Lean & Green, a GS1 Portugal promoveu um debate, em suporte digital, subordinado ao tema “Economia Circular e Sustentabilidade”. O debate contou com a moderação do jornalista Luís Ribeiro e com a participação de Ana Isabel Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde; João Meneses, Secretário-geral do Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável (BCSD Portugal); Rui Miguel Nabeiro, CEO do Delta Cafés; Paolo Fagnoni, CEO da Nestlé Portugal; Pedro Nazareth, Diretor Geral da Electrão e Ricardo Neto, Presidente da Novo Verde.


Foto-D.R.