CEAN conquista a 13ª bandeira verde Eco- Escolas consecutiva e quatro prémios em desafios do program



No passado dia 12 de Outubro de 2021 a Ana Margarida Carrilho e a Maria Inês Pinto, ambas alunas do Centro Educativo Alice Nabeiro no 6º ano, na companhia do professor coordenador Eco-Escolas, Carlos Pepê participaram na cerimónia de entrega de prémios e galardão Eco- Escolas que decorreu no Centro Cultural Olga Cadaval em Sintra. Depois de duas edições à distância (online) este ano foi possível retomar este momento tão emotivo, simbólico e motivador para as 1700 escolas premiadas pelo seu trabalho sistemático anualmente em educação ambiental.

Ainda com a pandemia a limitar muitas das nossas acções, o CEAN conseguiu através duma estratégia de articulação interdisciplinar, de fortes parcerias locais com as diversas entidades parceiras e as famíliasd@snoss@sAlun@s superar os constrangi-mentos e atingir resultados excelentes.


4 prémios em desafios lançados pelo programa, todos eles com elevada participação das mais de 1800 escolas candidatas, o reconhecimento dos 13 anos de coordenação do Prof. Carlos Pepê e claro a recepção da nova bandeira verde e do diploma que nos reconhece como Eco-Escola, são sem dúvida excelentes notícias para o CEAN, para a nossa comunidade educativa e para a vila de Campo Maior.

· 1º lugar- Painel da biodiversidade da minha terra (desafio UHU) - 3º ano CEAN

· 1º lugar- História ilustrada: O que é o FSC “O Montado um refúgio encantado” – 4º ano CEAN

· 1º lugar “o ar que eu respiro” - Jogo de correspondência on line criado na plataforma UBBU.- 6º ano CEAN

· Menção Honrosa- Constrói o teu traga pilhas (desafio Geração Depositarão) - Sala mágica, pré-escolar CEAN

· Atribuição ao Prof. Coordenador Carlos Pepê do diploma de reconhecimento pelos 13 anos consecutivos de coordenação e galardão.

· 13ª Bandeira Verde Eco Escolas atribuída ao CEAN

Com a implementação do programa no CEAN ao longo de 13 anos consecutivos consideramos muito relevantes os contributos para o desenvolvimento sustentável no âmbito dos ODS e no reforço de metodologias participativas, promotoras de valores sociais e cívicos que reforçam os nossos alunos como agentes de mudança na nossa comunidade.

A articulação entre as diversas oficinas e clubes, as competências de cada membro da nossa equipa e a acção de cada um de nós desde a direcção, aos professores, auxiliares, alunos, famílias, parceiros e comunidade faz o sucesso do plano de acção que anualmente desenhamos.

Seguindo a metodologia de 7 passos eco escolas e interligando a nossa dinâmica empreendedora baseada na escola cultural temos conseguido consolidar uma forma própria de ano após ano continuar a inovar e criar.

Deixamos uma palavra de agradecimento aos nossos parceiros. O município de Campo Maior com quem temos uma relação permanente de coordenação articulada e dinâmica; a Delta Cafés, Nova Delta e Toldiconfex empresas que nos apoiam com recursos recicláveis e em dinâmicas de economia circular e sustentabilidade; o Agrupamento de Escolas de Campo Maior com que articulamos actividades; o GEDA- Grupo de Ecologia e Desportos de Aventura enquanto ONG local e larga experiência em áreas como conservação da natureza, educação ambiental, desportos de natureza, pedestrianismo e cidadania; os Bombeiros voluntários de Campo Maior, as Juntas de Freguesia do Concelho; a GNR, o SEPNA e o ICNF com quem agendamos diversas acções; a empresa águas do Vale do Tejo e a Valnor e sociedade ponto verde com quem temos trabalhado as temáticas da água e dos resíduos urbanos.

Desta articulação e envolvimento de recursos e saberes surge o sucesso dos 13 anos de eco escolas no CEAN. Queremos ainda agradecer à coordenação do programa pela qualidade e rigor aplicado e pela capacidade de resistir aos tempos tão difíceis que vivemos. A pandemia veio provar que a escola é sem duvida o lugar certo para ter ideias para mudar o mundo, inovar e continuar a sonhar com um mundo mais sustentável.