Arronches passa a Concelho de Risco Elevado (+240 por 100 mil)

O Primeiro-ministro António Costa anunciou ontem ao país, as novas medidas decretadas na prorrogação do novo estado de emergência. O Governo avançou com uma lista de concelhos considerados de risco actualizada, sendo que agora passam a constar 213, acrescendo assim mais 22 ao conjunto de 191 concelhos visados até agora.

Essas alterações constam entre outras que passam a existir quatro níveis diferentes de avaliação de risco, sendo que os critérios foram alterados e passam a ser: risco moderado (com menos de 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias), risco elevado (240 a 480 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias), risco muito elevado (480 a 960 novos casos) e extremamente elevado (mais de 960).


Neste quadro o Concelho de Arronches passa para risco elevado, a que se junta Campo Maior, Elvas, Gavião, Monforte e Ponte de Sôr.

No Alto Alentejo passam entretanto a risco moderado Alter do Chão, Fronteira e Sousel. Em risco muito elevado encontra-se Nisa e em risco extremo Crato e Portalegre.

A partir das 00h00 de dia 24 de Novembro): Uso obrigatório de máscara, proibição de circulação e suspensão de aulas entre as novas medidas.

Uso obrigatório da máscara na via pública, num conjunto de recintos fechados e nos locais de trabalho; Proibição de circulação entre concelhos entre as 23h de 27 de Novembro e as 5h de 2 de Dezembro e entre as 23h de 4 de Dezembro e 5h de 9 de Dezembro; Suspensão das actividades lectivas, tolerância de ponto e apelo a entidades privadas para dispensa de trabalhadores a 30 de Novembro e 7 de Dezembro.