top of page

Orçamento para 2023 aprovado por unanimidade

Membros da Assembleia Municipal votaram favoravelmente o documento na última reunião do órgão deliberativo deste ano.


Os membros que integram a Assembleia Municipal de Arronches reuniram pela última vez no corrente ano na noite desta quarta-feira, dia 21 de Dezembro, numa sessão realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho e liderada pelo presidente do órgão deliberativo, José Bigares, acompanhado, como habitualmente, pelos secretários Luís Ramalho e Maria João Valentim.

Antes do período da ordem do dia, os presentes tomaram conhecimento da correspondência recebida, tendo especial relevância a activação do Plano Municipal de Emergência e Protecção Civil. Aproveitando o tema, o presidente da autarquia, João Crespo, tomou a palavra para elucidar as bancadas acerca daquilo que foram os danos e prejuízos causados pela temporal que atingiu Arronches na passada semana. Por outro lado, o autarca informou também a Assembleia acerca dos esforços que o Município se encontra a fazer para apoiar aqueles que, pelo infortúnio, tiveram avultados prejuízos.



Passando então aos assuntos previamente agendados, ao órgão deliberativo foi dado a conhecer o Relatório Semestral sobre a Situação Económica e Financeira do Município, um documento elaborado pela ‘Isabel Paiva, Miguel Galvão & Associados – Sociedade de Revisores de Contas, Lda.’, empresa que se fez representar pelo revisor oficial de contas, Nuno Tavares, que se colocou à disposição para esclarecer as dúvidas que o trabalho pudesse suscitar.

Ainda na área da contabilidade, foi apresentado, pelo técnico do Município, João Catarro, o Orçamento Municipal para 2023 e Plano Orçamental Plurianual para 2024/2027. O documento importa para 2023 um valor de despesa de 7.400.000,00€, prevendo-se semelhante valor para a receita. O colaborador da autarquia elencou os dados mais importantes deste Orçamento, aproveitando o presidente do Município para explicar algumas das opções tomadas. Seguiu-se a votação, na qual o documento foi aprovado unanimemente.

No ponto seguinte e tal como já tinha sido efectuado pelo executivo camarário, foi aprovado o Regulamento da Organização, estrutura e funcionamento dos serviços da Câmara Municipal de Arronches e Organograma da autarquia, um processo que foi explicado pelo chefe da Divisão Administrativa e Financeira da Câmara Municipal, Paulo Trindade.

Igualmente seguindo aquilo que foi decidido em reunião de Câmara, a Assembleia deferiu a proposta que visa a atribuição de bolsas de estudo a todos os estudantes do concelho a frequentar o Ensino Superior, que reúnam os requisitos regulamentares na fase da candidatura, cujo período vai até ao próximo dia 30 de Dezembro.

A chegar ao final da sessão, foi abordado o Estudo de Reordenamento do Trânsito e do Estacionamento no Centro Urbano de Arronches, efectuado por uma empresa externa e que pode vir a alterar a circulação automóvel no centro urbano da vila, estando este processo actualmente numa fase de recolha de contributos.

Por fim, antes de o edil colocar os presentes a par da actividade municipal, situação financeira e processos judiciais pendentes, teve ainda a palavra o vice-presidente do Município, Paulo Furtado, que detém o pelouro do Ambiente, Energia e Alterações Climáticas, fazendo uma breve apresentação acerca das medidas ambientais adoptadas pela autarquia e quais são as acções e projectos a desenvolver e os objectivos que se pretendem atingir.


(Fonte e fotos – C.M.Arronches)


bottom of page