ARRONCHES – HOTEL QUE FUTURO?

Pela segunda vez volta a ser tema a alienação do Hotel Rural Stº António em Arronches.


Recordo que na primeira vez em que o nosso jornal abordou esta situação, serviu para uma intimidação por parte da administração desta unidade hoteleira, com insinuação da entrega do caso ao seu advogado porque a notícia era contrária aos interesses do hotel, ao seu bom nome e prestígio. Apenas noticiámos o que foi dito então em reunião de câmara, e aconselhámos a que tivessem acesso à acta correspondente. O caso ficou encerrado mas, lamentavelmente, a administração do hotel deveria estar tão atenta a esta situação, como aos deveres que tem para com esta publicação, no que aos compromissos publicitários diz respeito.

No fundo não é esta a preocupação ao escrevermos este artigo de opinião. O que nos preocupa é o futuro desta unidade hoteleira que se vem arrastando.

Através de edital a Câmara Municipal de Arronches em deliberação tomada a 25 de Julho, torna agora público que “se procederá à venda em hasta pública, no dia 14 de Setembro”, do Hotel Rural Santo António. Ora o que desejamos não é polémica em torno desta decisão, que tem toda a legitimidade por parte do Município, mas sim, qual o futuro desta unidade hoteleira?

Como se pode ler no edital a base de licitação é de 900 mil euros, um valor abaixo do milhão estipulado anteriormente. Pode acontecer, oxalá não seja assim que, uma vez mais, não se chegue a bom termo. Sem termos conhecimento dos procedimentos que a Câmara Municipal de Arronches está a tomar, ou já tomou, parece-nos que para haver um maior conhecimento desta hasta pública (não só nas redes sociais), ela deveria ser também divulgada através de uma agência de comunicação especializada em restauração, hotelaria e turismo, que faria chegar a notícia a estes sectores.

O Alentejo está na moda. A vila de Arronches cada vez é mais procurada pelo seu património arqueológico (Lapa dos Gaivões), um dos mais importantes da península Ibérica; pela imensa oferta museológica, pela sua gastronomia e arte de bem receber. Tudo isto implica estarmos capacitados para dar resposta a esta procura cada vez mais acentuada. Há hoje mais alojamento local, em especial o rural. Dois parques para caravanismo mas é essencial, Arronches dispor de um hotel que ofereça as melhores condições a quem nos procura. Isso, pode vir da parte do investimento privado, quer do actual arrendatário, ou de outro qualquer que dê garantias que, finalmente, Arronches pode ser um destino turístico com condições para receber grupos que nos procuram. Que assim seja…vamos aguarda pelo dia 14 de Setembro.


(Fernando Marques|Director.Foto - Arquivo)