ARRONCHES E BENFICA 1º JOGO DE PREPARAÇÃO





O Sport Arronches e Benfica recebeu ontem, no Estádio Municipal ‘Francisco Palmeiro’ a equipa do C.D. Diocesano (Cáceres/Espanha) para um jogo ‘amigável’ de preparação tendo em conta a sua participação no Campeonato de Portugal 2022/2023.


O Arronches e Benfica alinhou (onze titular) com Mateus na baliza, Panuchi, Alemão, Bairon e David na defesa. Médios: Tiago (interior direito), Boris (médio defensivo), Cipriano (interior esquerdo) e Magalhães (médio ofensivo) a jogar atrás dos avançados Herculano e Loriano.

O treinador do SAB Calina, joga num sistema de quatro, quatro dois losango. Um sistema interessante pelas várias nuances que permite mas, que tem que estar muito bem assimilado pelos jogadores na ocupação dos espaços, sobretudo na basculação para as laterais e quando necessário na largura.

As comparações são sempre odiosas mas, pareceu-nos que alguns jogadores ainda não se sentem confortáveis neste sistema, em especial os que transitaram da época anterior. É natural pois apenas têm uma semana de treinos para se conhecerem e interiorizar este novo sistema de jogo e todo o seu processo e variantes.



Ao contrário o C.D.Diocesano apresentou-se num quatro, três, três (pareceu-nos da bancada), com mais duas semanas de preparação e com alguns jogadores com qualidade a destacar Dieguito e Makanjuola (internacional Sub-20 pela Nigéria).

Logo ao primeiro minuto de jogo funcionou o marcador com o CD Diocesano a introduzir a bola na baliza de Mateus. O Arronches e Benfica estabelecia a igualdade na marcação de uma grande penalidade. O clube de Cáceres viria a falhar uma grande penalidade mas, conseguiu o seu segundo golo numa jogada em que encontrou a defesa do SAB desequilibrada. O terceiro numa bola parada (pontapé de canto) num ressalto em que bola vai ao encontro do jogador espanhol.

Em resumo o C.D. Diocesano foi mais forte, teve muitas vezes domínio no meio campo. O Arronches e Benfica colocou o coração mais do que a cabeça neste seu primeiro jogo perante o seu público (com muitos espanhóis na bancada). Tratava-se de um jogo amigável e os diocesanos, por vezes, foram para além do que é ser agressivo na recuperação da bola, perante a passividade do árbitro nas entradas mais duras.

Houve como é natural, muitas substituições de jogadores para observação em ambas as equipas, e muito bate boca no campo entre jogadores e também espectadores na bancada...era um amigável e o futebol é o mais importante.

O mister Calina e a sua equipa técnica têm muito trabalho pela frente, para obterem a consistência e assimilação deste sistema de jogo, porque o Campeonato de Portugal têm sempre equipas de grande qualidade. Foi a primeira análise...vamos aguarda para ver, porque o campeonato é longo.


(Imagens - Notícias de Arronches)