ARRONCHES ATINGE O OBJECTIVO DE ZERO CASOS DE COVID-19

Depois de fazermos parte da estatística negra e cujas imagens com o nome das três localidades com maior índice extremo de contágio apareceu nas televisões. Índice este a merecer dúvidas quanto à sua forma de enquadramento, os arronchenses esperam que os meios de comunicação dêem agora o mesmo destaque pela positiva.


Talvez não porque o sensacionalismo infelizmente dos

média é quase sempre pela negativa, ou seja a notícia é ‘ o homem que mordeu o cão… e não o cão que mordeu o homem’.

Mas esta situação só pode ter continuidade se todos nós interiorizarmos que somos agentes da saúde pública. Cabe-nos cumprir com o mais elementar e até agora que nos dá algumas garantias: Uso de máscara, higiene e distanciamento.