top of page

AMBIENTE - Portugueses acreditam na importância dos crimes ambientais mas não na Justiça

Na semana em que se marca o Dia Mundial da Conservação da Vida Selvagem (4 de Dezembro), a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) divulga os resultados de uma sondagem que mostra a preocupação dos portugueses com o crime ambiental.


Numa sondagem da Marktest realizada para a SPEA, no âmbito do projecto LIFE Nature Guardians, em Setembro deste ano, cerca de 87% dos inquiridos disse acreditar que os crimes contra o meio ambiente são tão ou mais importantes que outro tipo de delitos. No entanto, quando lhes foi pedido para avaliar a utilidade de várias entidades na protecção do meio ambiente, a Justiça ficou em último lugar, atrás das polícias, das Organizações Não-Governamentais e dos Vigilantes de Natureza.

Nota - Esta sondagem foi realizada pela Marktest através de entrevistas via internet, entre 20 e 27 de Setembro de 2022, a 707 residentes de Portugal continental com 18 e mais anos.


(Fonte e foto - SPEA)

bottom of page