A propósito do post colocado hoje no site do Notícias de Arronches sobre a Festa em Honra de Nª. Srª. de Assunção, recebemos do nosso leitor (devidamente identificado) com pedido de publicação o presente artigo de opinião:


Exmº. Diretor do jornal “Notícias de Arronches”


Serve o presente para solicitar a publicação na próxima edição do jornal, este meu artigo tendo em vista as Festas em Honra de Nossa Senhora de Assunção de Arronches, que tiveram lugar no dia 15 do corrente mês de Agosto


A MINHA OPINIÃO


Ao ler o último parágrafo do seu apontamento sobre a realização dos referidos festejos, e tendo ouvido várias opiniões sobre tal assunto, gostaria, de deixar a minha opinião de forma pública referente ao assunto em causa.

Tendo a clara noção, de que uma opinião, seja emitida por quem for, vale o que vale, ela será uma maneira de usufruir de um direito que me é dado por um país livre e democrático.

Estive presente em todos os momentos da festa e, desde já, aqui ficam os meus agradecimentos pela sua excelente organização.

Finalmente e como não há bela sem senão, aqui opino que não concordei com a mudança do local do palco, retirando-o do seu sítio mais natural onde tem sido sempre colocado: o coração das festas.

À porta principal da Igreja Matriz, bem iluminada, a maravilhosa imagem da padroeira de Arronches, de braços abertos, parcialmente cobertos pelo seu lindo, manto azul, estaria no sítio certo, para receber e abençoar os presentes naquela noite fria mas bonita.

Pareceu-me notar no olhar angelical dos dois anjinhos, que a seus pés, certamente estavam convictos de que, mesmo mudada para um local diferente, a SENHORA já teria perdoado a quem, com o mesmo direito de opinião que a minha, a tenha transferido somente para a “sombra” da sua casa.

Abraço de amizade para todos

Manuel António Alegria Trindade

Arronches, 2022/08/16